26 de maio de 2009

Concursos

Se você é brasileiro, classe média ou qualquer uma abaixo disso, com um nível de escolaridade razoável e está procurando por emprego, uma verdade absoluta: você ainda fará um concurso público.

Poucos não percebem, mas administrar um país é semelhante a administrar uma empresa (mesmo na questão do lucro: uma empresa privada busca o lucro financeiro, a empresa “governo” busca o lucro social). E aliás, é uma grande empresa: atua em praticamente todos os setores produtivos.

Pense em qualquer serviço oferecido pelo governo. Qualquer um. Está doente e vai a um posto de saúde? Pois não, lá no posto você terá um atendente que preencherá seus dados. Um médico que o atenderá. Um enfermeiro que administrará seu tratamento, se necessário. Tem o pessoal na farmácia do posto. Tem o pessoal da segurança. Tem o pessoal da limpeza. E este povo todo não trabalha de graça.

Quer matricular seu filho em uma  escola pública? Claro: professores, diretor, pedagogo, pessoal da limpeza, cozinha, secretaria.

Ah, mas você então tem seu próprio negócio? Precisa saber se uma determinada lei já está em vigor? Sem problemas, basta ler o diário oficial. Que aliás, precisa de jornalistas, tipógrafos, redatores, fotógrafos, diagramadores, além do pessoal operacional.

Enfim, a empresa “governo” é grande… enorme. E precisa de pessoas para trabalharem nesta empresa. E curioso, sempre existe um concurso aberto. Claro que nem sempre você atenderá os requisitos, afinal, a vaga de médico requer alguém formado em medicina. Mas pense naquelas funções menos específicas que necessitam apenas do ensino médio; pipocam concursos contratando secretários, técnicos administrativos, escriturários e uma gama de tarefas que o pessoal pode escolher.

Experimente… vá ao Google e digite “Concurso público”. Milhares de sites retornarão para você. Informe-se. Pode ser o caminho para o seu problema de desemprego.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...