5 de janeiro de 2010

Fuvest 2010 - 2ªFase

Hoje foi o último dia do vestibular da Fuvest. Três dias massacrantes. Deixei para falar sobre minha experiência apenas no último dia pois queria ter uma idéia completa do que é estar novamente em uma 2ªfase (a última vez foi há uns 15 anos atrás).

Uma conclusão óbvia: o vestibular mudou muito. Antigamente exigia-se um conhecimento técnico e objetivo do aluno. Conhecer teorias, fórmulas, exercícios típicos de vestibular. Um ano em um bom cursinho resolvia o problema.

Agora o vestibular exige um conhecimento analítico. Não basta conhecer a teoria, você deve saber aplicá-la no seu cotidiano ou pelo menos no cotidiano da carreira que você espera seguir.

O primeiro dia foi a vez de Redação e Língua Portuguesa. Esqueçam as regras de acentuação, análise sintática e processo de formação de palavras. Em voga, a interpretação de texto, a construção e produção de bons argumentos escritos, avaliação da capacidade interpretativa e capacidade de expressar argumentos. A redação foi um show a parte: não era suficiente conhecer um tema, você deveria criar um tema a partir de uma idéia geral (no caso, o uso de símbolos no cotidiano). Dava para escrever sobre muitas coisas. Resolvi escrever sobre o Brasil real e o Brasil que a propaganda mostra.

No segundo dia, veio o massacre. A prova de conhecimentos gerais reunia todas as disciplinas. Para mim, que estou desacostumado com cálculos e respostas de questões, apanhei bastante. O tempo foi meu maior inimigo. Usei e abusei das 4 horas de prova. E faltou tempo. Novamente, a capacidade de analisar e usar o conhecimento no cotidiano se fez presente.

O terceiro e último dia foi brindado com as provas específicas. No meu caso, 06 questões de química e 06 questões de biologia. Em biologia acredito ter ido bem, apesar de alguns deslizes que cometi na prova (de acordo com o gabarito do Anglo). Em química a coisa foi bem mais complicada. Mas confesso que química é algo bem complexo para mim atualmente.

Enfim, não posso dizer se passei ou não. “Não sei” é minha resposta mais honesta. Se fosse uma carreira mais procurada como Direito, Medicina ou Engenharia, a resposta seria um sonoro “não”. Mas eu realmente não tenho idéia do nível de preparação dos candidatos ao curso de biologia.

O que posso afirmar é que durante estes três dias eu fiz a prova com aquela boa sensação de “igualdade”. Ou seja, fiz as provas para concorrer a uma vaga de verdade e não apenas porque dei sorte na primeira fase.

Espero que em 02/02/10 eu possa voltar ao blog e dizer: “Passei”. Mas se isto não acontecer, eu não vou desistir. E em 2011 estarei melhor preparado.

Por enquanto, vou esperar até 02/02/10. Depois, decido como farei.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...