21 de fevereiro de 2010

Respondendo a uma dúvida..

Este post foi censurado devido ao fato de que as críticas ainda não são bem toleradas.

12 de fevereiro de 2010

A casa caiu...

Publicaram uma notícia muito interessante no jornal "O Estado de São Paulo" nesta sexta-feira. Um artigo sobre as maracutaias de empresas que têm como fachada uma escola de informática para vender livros e apostilas de má qualidade.
Sim... estou falando da Microcamp.
O artigo fala por si só. Mostra de maneira bem clara o esquema básico para iludir os futuros alunos com cursos que não preparam em nada para o mercado de trabalho.

8 de fevereiro de 2010

Uma segunda chance…

Hoje fiz minha matrícula. Finalmente posso dizer que sou acadêmico do curso de Ciências Biológicas do Instituto de Biociências da USP ou simplesmente…. biologia na USP.

Faz muitos anos que estive na cidade universitária. Ainda estava na medicina. Eu não me lembrava do quão grande era aquele lugar. Bem maior que a Unicamp. Fiquem tranquilos… esta será a única comparação entre as duas instituições.

Bom, ao chegar lá aquela sensação de deslocamento. Muitos jovens recém saídos da salas de cursinho ou então do ensino médio. Prontos para começar. Eu ali, pronto para recomeçar…

Sim, obviamente o trote estava acontecendo. Alguns não gostam. Eu acho importante. Muito simples, aquilo é um ritual de passagem, importante para marcar um novo ponto de sua vida.

Mas o fato é que eu poderia ser facilmente confundido com um dos pais dos vários calouros que estavam ali. E acho que foi exatamente isso que pensaram até eu chegar no balcão da secretaria para realizar a matrícula.

Na matrícula, nenhuma surpresa. Tudo correu como esperado.

Trote? Sim… pintura e apelidos… Nada com que eu não possa conviver. Fique lá por mais ou menos umas duas horas. Tempo suficiente para conhecer alguns veteranos conhecer algumas partes da faculdades (bem poucas, é verdade).

Tempo suficiente para eu ter certeza de que sim… eu tive direito a uma segunda chance. Uma chance de corrigir os erros do passado que tanto me assombram.

Uma possibilidade de redenção.

Um recomeço… e sou muito grato por isso.

3 de fevereiro de 2010

It is been a long road…

Sou um fã incondicional de diversos seriados… muitos são cômicos, outros são dramáticos, algum suspense e por que não ficção também…

Entre vários seriados de que gosto, escolhi um para tentar explicar o que aconteceu (de bom) comigo hoje. Gostaria de falar de Star Trek: Enterprise.

Mesmo para quem não tem intimidade com a área ao ver sobre Jornada nas Estrelas, já lembra do Capitão Kirk, a nave estelar Enterprise. No caso deste seriado, inspirado na série original, o que é mostrado é o início. Afinal, como chegamos até ali? É divertido ver a raça humana inferior cultural e tecnologicamente em relação a outras raças (Vulcanos, Tellaritas, Xindi e outros). Mas não é isso o que importa no momento. A questão é que o seriado mostra (e muito bem) como ocorre a “superação”. Lidar com o desconhecido, aprender com os erros, evoluir.

Longe de discutir ficção científica, quero mesmo falar é do tema de abertura. É uma música cantada originalmente por Rod Stewart e que define bem o que para mim significa “superação”.

A seguir, a letra da música. Em inglês… perdoem-me, mas a letra traduzida não me causa o mesmo impacto. Se quiserem, podem ver abertura do seriado no YouTube, através deste link.

Faith oh the Heart
(Russel Watson)

It’s been a long road
Getting’ from there to here
It’s been a long time
But my time is finally here

And I will see my dream come alive at last
I will touch the sky
And they’re not gonna hold me down no more
No they’re not gonna change my mind

‘Cause I’ve got faith of the heart
I’m going where my heart will take me
I’ve got faith to believe
I can do anything
I’ve got strenght of the soul

And no one’s gonna bend or break me
I can reach… any star
I’ve got faith (I’ve got faith)
Faith of the heart

E porque, afinal de contas, estou falando sobre isso?

Oras, é simples. Hoje, eu vi o resultado da Fuvest. E eu fui aprovado para o curso de Ciências Biológicas na USP…

E acreditem… foi um longo caminho conseguir chegar até aqui.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...