29 de maio de 2017

Os livros que li… O Gênio do Crime

A série Harry Potter com certeza é um tremendo sucesso da literatura infanto-juvenil (e até mesmo entre adultos…). Muita gente fala em Harry, Herminone, Ronnie…

Mas e se falarmos em Edmundo, Pituca e Bolacha? Quem sabe, Berenice? Ou então sobre o famoso detetive britânico John Smith Peter Tony, o detetive invicto?

Em 1969, João Carlos Marinho publicou o livro “O Gênio do Crime”.  E honestamente, um dos livros mais divertidos e interessantes que li até hoje.

Imagem relacionada

A história

O livro conta as aventuras dos amigos Edmundo, Pituca e Gordo. Eles estão bastante animados com um álbum de figurinhas à venda, principalmente pela promoção da empresa que produz os álbuns… ao completar um álbum de figurinhas a criança ganha um conjunto completo de camisas oficiais de um time de futebol, mais uma bola oficial de campo.

Para Edmundo, falta apenas o Rivelino… Pituca comenta então que existe um cambista que consegue as figurinhas mais difíceis. Edmundo faz a encomenda e fica feliz em completar o álbum.

Ao chegarem na fábrica para reclamar o prêmio oferecido, os meninos encontram uma turba furiosa de crianças que completaram seus álbuns e descobrem que a fábrica suspendeu a entrega dos prêmios. Revoltadas, as crianças ameaçam promover um grande quebra-quebra na fábrica, mas graças a Edmundo, a fábrica escapa de ser apedrejada.

Desesperado, a beira da falência e comovido pela atitude de Edmundo, o dono da fábrica pede ajuda aos meninos para tentar solucionar o caso das figurinhas falsificadas.

A partir daí, a turma do gordo se envolve em várias peripécias em busca do grande Gênio do Crime que está por trás do esquema de falsificação.

O que o livro me trouxe?

Este livro foi um dos primeiros que lembro ter lido em minha vida. Se não me engano eu estava na quinta série e contava com pouco mais de 10 anos de idade. Eu já tinha lido outros livros… A viagem da canção mágica de Ganymédes José, A mina de ouro de Maria José Dupré, Sobradinho dos Pardais de Herberto Sales, Quatro num fusca de Esdras do Nascimento, e outros livros infanto-juvenis. Mas, o Gênio do Crime foi quem despertou o gosto pela leitura. Leve, divertido, com tiradas sensacionais dos protagonistas, o livro é delicioso. Seu humor é na medida certa e o autor conseguiu criar uma história intrincada e interessante. Você começa a ler e não consegue parar. Lembro que na escola foi dado o prazo de duas semanas para lermos o livro. Eu o li em apenas dois dias. E eu devo ter lido o mesmo pelo menos umas dez vezes… e devo ler ainda outras tantas vezes.

Curiosidades

  • Eu não sabia até pesquisar sobre o livro para escrever este texto, mas existe uma adaptação do livro para o cinema. O filme se chama Detetive Bolacha contra o Gênio do Crime, de Tito Teijido e foi lançado no ano de 1973. Eu nem era nascido!
  • A propósito… Enquanto eu escrevia este texto, encontrei o filme no YouTube. Ele até rememora momentos interessantes do livro. Mas a obra é mal acabada e não mostra nem de longe o brilhantismo da narrativa de J.C. Marinho.
  • O livro é na verdade o primeiro de uma série que acabou dando origem à Turma do Gordo. O último livro foi publicado em 2005 (Assassinato na Literatura Infantil)
  • O sistema de seguir ao contrário proposto pelo Bolachão é simplesmente genial (para um menino de 10 anos de idade, era pelo menos)
  • Em determinado momento do livro, os meninos descobrem que a fábrica clandestina de figurinhas ficava situada na Rua Planeta, 959 e para ajudar, toda a história do livro se passa em São Paulo. Ocorre que perto de casa tinha uma Rua Planeta! Mas ela não tinha o número 959 então eu achava que isso era para esconder a fábrica… é… minha criatividade ia longe. He he he…
  • O livro conta com impressionantes 62 edições e vendeu mais de 1 milhão de exemplares. Eu tenho o livro até hoje. As folhas estão soltas e amareladas.

Bom… o livro encontra-se à venda até hoje. Basta procurar pelas lojas virtuais.

Hoje sou um homem com quase 43 anos. Já escrevi sobre outros livros que li e posso afirmar que tive a felicidade e a honra de poder ter em “O Gênio do Crime” um dos primeiros livros que fizeram parte da minha bagagem cultural.

Obrigado, J.C. Marinho.

Ficha Técnica

Resultado de imagem para O Gênio do Crime

  • Título: “O Gênio do Crime – uma aventura da turma do Gordo”
  • Autor: João Carlos Marinho (www.fb.com/escritorjoaocarlosmarinho)
  • Sinopse: Seu Tomé é um homem bom, proprietário de uma fábrica de figurinhas de futebol. Existem as fáceis e as difíceis, fabricadas em menor quantidade. Quem enche o álbum ganha prêmios realmente bons. Mas surge uma fábrica clandestina que fabrica as figurinhas difíceis e as vende livremente. O número de álbuns cheios aumenta e seu Tomé não tem mais capacidade de dar todos os prêmios. Há uma revolta, as crianças querem quebrar a fábrica. Edmundo, Pituca e Bolachão, e mais adiante, Berenice, entram em cena para descobrir a fábrica clandestina. Acontece que não se trata de simples bandidos, a quadrilha é chefiada por um gênio do crime, e os meninos terão de botar a cabeça para funcionar se quiserem resolver a situação.
  • Editora: Global Editora
  • Outros dados: 60ª Edição, 128 páginas, ISBN 978-85-260-1047-5, ilustrações por Maurício Negro

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...